Soft skills e hard skills: significado, exemplos e mais

Pessoas reunidas
Negócio foto criado por senivpetro – br.freepik.com

Um assunto que vem gerando muitas dúvidas quando se trata do mercado de trabalho e do que as empresas estão procurando em seus futuros funcionários são as soft skills e hard skills.

Muitos já ouviram esses termos, porém, ainda não sabem ao certo qual é a diferença entre eles ou qual a sua importância. Por isso, se você quer saber mais sobre o quanto isso pode afetar – positiva ou negativamente – sua experiência com uma empresa e conhecer mais a fundo o seu próprio currículo, continue lendo este post!

Qual a diferença entre hard skills e soft skills?

Skills, em inglês, significa “habilidades”. Tendo isso em mente, já fica bem mais fácil entender qual o significado dessas expressões: hard skills são as habilidades vistas como mais difíceis e técnicas que um funcionário pode ter, pois estão ligadas à formação e estudos.

Enquanto isso, as soft skills são as habilidades consideradas mais “fáceis” por, muitas das vezes, serem uma característica natural da pessoa: as habilidades comportamentais.

No geral, as soft skills são muito mais fáceis de perceber e de avaliar do que as hard skills. Elas são ligadas à forma com que uma pessoa se comunica e se comporta com as outras, assim como aos seus traços de personalidade predominantes. Soft skills consistentes são extremamente necessárias para um bom convívio em ambiente de trabalho e um bom retorno em relação ao público.

Já as hard skills, que são as habilidades mais profundas em uma área de atuação, se baseiam no conhecimento adquirido em sala de aula e em trabalhos práticos, ou seja: conhecimentos técnicos. Se incluem nessa definição: qual a formação, curso ou até habilidade natural, em alguns casos, que o candidato tem a seu favor.

Soft skills e hard skills: exemplos

Agora que o conceito básico sobre qual o significado das expressões hard skills e soft skills já foi explicado, é interessante entender de forma mais clara quais são elas. E qual forma é melhor para isso do que exemplos?

Exemplos de hard skills

Na maioria das vezes, as hard skills constam até no currículo – inclusive, elas foram o fator determinante na hora de escolher alguém para ocupar uma vaga durante muito tempo. Alguns exemplos dessas habilidades são:

  • Contabilidade;
  • Edição;
  • Construção;
  • Operação de máquinas;
  • Enfermagem;
  • Programação;
  • Escrita.

Existem muitas outras hard skills além das citadas acima! Praticamente qualquer faculdade ou curso feito em algum momento da vida te concede uma hard skill muito importante – afinal, as empresas buscam pessoas com bom conhecimento nas áreas em que pretendem atuar, não é?

Exemplos de soft skills

Não menos importantes do que as hard skills, as soft skills são levadas em conta principalmente na hora de avaliar candidatos a vagas que incluem lidar com o público e fazer atendimento aos clientes, além de ser importante para cargos que exijam trabalho em equipe e uma boa comunicação.

Esses são alguns exemplos de soft skills:

  • Atitude (na medida certa);
  • Criatividade;
  • Empatia;
  • Ética (essa é muito importante);
  • Trabalho em equipe;
  • Paciência e positividade;
  • Facilidade em aceitar críticas;
  • Ser proativo;
  • Ter senso de liderança, em alguns casos.

Obviamente, também há muitas outras soft skills a serem consideradas. Porém, a depender de alguns fatores – como o cargo pretendido e as intenções da empresa e do futuro funcionário -, alguns desses traços podem ser levados como prioridade.

Como posso adquirir ou desenvolver soft skills e hard skills?

Se você sente que ainda precisa desenvolver mais algumas habilidades para incrementar seu currículo, não se preocupe! Saiba que isso é perfeitamente possível.

Algumas soft skills são aprendidas na prática – como a facilidade em trabalhar sob pressão ou em resolver problemas, por exemplo -, enquanto outras, como a paciência e a empatia, podem ser desenvolvidas através do treino psicológico mesmo.

As hard skills, apesar de também poderem ser adquiridas, exigem um certo estudo ou conhecimento. Se aprofunde no assunto e pratique bastante, até que tenha confiança o suficiente para saber que consegue fazer isso sem ajuda e de forma satisfatória, tanto para você mesmo quanto para a empresa ou cliente.

Além disso, a empresa que te contratar pode te ajudar a desenvolver melhor as suas habilidades técnicas e comportamentais, sabia!?

Através de programas de capacitação, treinamentos, palestras educativas e até acompanhamento individual, que geralmente são promovidos pela parte de Recursos Humanos da empresa, você pode se aprimorar em várias áreas. O programa trainee também é uma ótima opção para se desenvolver já trabalhando, devido ao plano de carreira disponibilizado e a experiência que o tempo de contrato proporciona!

Quais skills são mais importantes?

A influência das hard skills e soft skills de um candidato se dá de acordo com o cargo e alguns outros fatores, que variam de acordo com a empresa e com seus valores.

Porém, é inegável que os dois tipos de habilidade precisam trabalhar em conjunto. Hoje em dia, é necessário ter equilíbrio entre as soft skills e hard skills para que você seja considerado um bom candidato a uma vaga!

Apesar das habilidades técnicas proporcionarem uma maior chance de contratação (muito maior, dependendo do quão aprofundado é o seu conhecimento ou até de qual é a sua reputação na área) em vagas mais específicas e que exijam formação, elas não funcionam sozinhas.

Assim como nenhuma empresa procura uma pessoa que seja muito boa no que faz mas péssima em se comunicar, pessoas muito simpáticas, mas que não conseguem exercer o cargo com destreza por falta de conhecimentos técnicos também não costumam ficar no topo da lista de candidatos.

Conseguiu entender melhor o que são hard skills e soft skills?

Tenha em mente o equilíbrio necessário para que o seu currículo se destaque em meio a tantos outros.

Além disso, consistência é a chave de tudo. Seja honesto e dê o seu melhor!