Simpósio “A atuação profissional na área de Segurança do Trabalho no cenário nacional”

A Faculdade Laboro realiza nos dias 4 e 5 de outubro em Palmas o Simpósio “A atuação profissional na área de Segurança do Trabalho no cenário nacional”. O evento contará com a presença dos engenheiros de Segurança do Trabalho, Márcio Vicente e Luiz Antônio Viegas.

O simpósio tem como objetivo discutir com os diversos segmentos de profissionais a importância das questões de saúde e segurança em seus vários aspectos, visto que a sociedade necessita debater estes temas, até em função dos acidentes com perdas irreparáveis que temos frequentemente acompanhado.

De acordo com Márcio Vicente, também arquiteto e urbanista, o profissional de segurança do trabalho ainda não é reconhecido plenamente pela sociedade em função da falta de cultura de segurança em nosso País. “Podemos perceber esta questão com os altos indicadores acidentários atualmente. Por isso, este debate é fundamental para um pleno exercício profissional para nossa atuação eficiente e ética junto as empresas públicas e privadas”, esclarece o engenheiro de Segurança do Trabalho.

Márcio Vicente explica que o mercado para os profissionais de Segurança do Trabalho no Brasil é atualmente o mais emergente em função do aquecimento da economia e consequentemente. O resultado deste cenário é a necessidade cada vez maior destes profissionais, seja para cumprimento das Normas Regulamentadoras ou mesmo para atendimento a demais questões como certificações no setor.

“Internacionalmente, percebemos que empresas que prestam serviços na África e parte da Ásia, estão recorrendo aos profissionais brasileiros pela sua excelência em formação na área. Podemos citar como exemplo os mercados em Angola e Nigéria com a contratação frequente destes profissionais com média salarial de $ 20.000,00”, afirma o engenheiro.

Pós-graduação em Segurança do Trabalho

A formação em pós-graduação nesta área é um requisito legal no Brasil. Médicos, engenheiros e enfermeiros somente poderão atuar no seguimento de Segurança do Trabalho com respectivas especializações, seguindo o estabelecido pela Norma Regulamentadora – NR 4, Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho.

Segundo Márcio Vicente, somente com uma pós-graduação estes profissionais poderão atuar na área de forma a atender ao requisito normativo e entender as diversas demandas oriundas dos riscos existentes num ambiente de trabalho.

“Apesar de todo o cenário favorável, somente um curso de pós-graduação de qualidade será capaz de possibilitar uma carreira de sucesso na área de Segurança do Trabalho para engenheiros, arquitetos, médicos e enfermeiros. Logo, a Laboro oferece aquela que é a melhor especialização na área e de maior reconhecimento em todo o Brasil”, garante o engenheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como se aprende a Ensinar

Como se Aprende a Ensinar?

  Para se refletir sobre “Como se aprende a ensinar” é necessário perguntar se “ensinar é o mesmo que ser professor?”. Como se sabe a