Será lançado no dia 06 de dezembro, às 11h30, na Faculdade Laboro, em São Luís, o livro “Meritocracia. Igualitária e justa ou injusta, mas desejável? Desafios e oportunidade da Meritocracia na gestão do capital humano”, do professor do curso de MBA em Gestão de Pessoas da Faculdade Laboro, Marcelino Tadeu de Assis.

O livro teve o lançamento oficial realizado no 40º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, em São Paulo. Assim como terá em São Luís, o livro também teve o lançamento simbólico na Livraria Cultura, no Rio de Janeiro.

A meritocracia é o sistema de gestão baseado em recompensar e oferecer diversas formas de reconhecimento, sem levar em consideração as relações de amizade, de parentesco ou de redes de proteção. Ou seja, o foco é o mérito de cada profissional.

A abordagem do livro propõe um novo enfoque sobre um tema que sempre é alvo de muito debate nas organizações.

No livro o autor busca compartilhar reflexões e estudos sobre o tema em que acredita ser relevante e fortemente associado à gestão de pessoas: a meritocracia.

A obra foi iniciada por um estudo sobre o tema, complementado com entrevistas semiestruturadas com executivos que atuam em expressivas organizações no Brasil, contextualizadas com os mais de 30 anos em que atuo no ambiente corporativo.

A publicação custa R$ 45 no site da Editora Qualitymark, mas pode ser adquirido no dia do lançamento, em São Luís, por R$ 35.

Marcelino Tadeu de Assis é pós-graduado em Administração e Gerência Empresarial e mestre em Administração e Desenvolvimento Empresarial. Tem 33 anos de experiência em empresas de médio e de grande porte e atua há mais de 20 anos como professor de cursos de graduação, pós-graduação e de extensão curricular. Marcelino Tadeu de Assis é autor de quatro livros voltados à RH e direcionados à gestão dos programas de remuneração e ao uso de indicadores na gestão do capital humano.

Ranking 7 melhores cursos EAD em 2021!

A educação a distância ganhou grande destaque durante a pandemia de Covid-19 no ensino escolar brasileiro, mas a modalidade já era conhecida no ensino superior,