Neuropsicopedagogia: Conheça a nova área da psicopedagogia

Após a graduação, o aluno começa sua jornada pela especialização que realmente guiará sua carreira na direção para onde deseja ir. É nessa hora que nos deparamos com um dilema e com a necessidade de saber mais sobre cada uma das nossas opções.

Está interessado em uma pós-graduação interdisciplinar e quer saber o que é neuropsicopedagogia, nós vamos falar tudo o que você precisa saber sobre o curso e sobre o profissional da área! 

O que é Neuropsicopedagogia?

O neuropsicopedagogo é o profissional que estuda o funcionamento do cérebro, o processo de aprendizado, seleção, transformação, memorização, elaboração e processamento das sensações captadas pelos sentidos do corpo. Em resumo, a relação do sistema nervoso com a aprendizagem, com o objetivo de adaptar metodologias educacionais para todas as pessoas, principalmente para aquelas com diferentes características cognitivas e emocionais.

Por isso, trata de uma ciência multidisciplinar, que envolve conhecimentos de várias áreas, como pedagogia, psicologia e neurociências. Tal conhecimento só pode ser obtido mediante uma pós-graduação em Neuropsicopedagogia. 

Mas o estudo do neuropsicopedagogo não acaba com a pós-graduação! Assim como as pesquisas sobre doenças e condições cerebrais continuam em constante evolução, esse profissional necessita sempre estar atualizando seus conhecimentos a respeito desses avanços.

Esse profissional não é necessário apenas para os avanços nas técnicas de ensino nas escolas, como também torna-se cada vez mais requisitado em clínicas e hospitais. 

Curso de Neuropsicopedagogia: áreas de atuação

Quem deseja fazer um curso de Neuropsicopedagogia deve estar curioso sobre as possíveis áreas de atuação desse profissional, já que falamos que ele é requisitado em outros ambientes além da escola. Quer saber como e onde trabalha o neuropsicopedagogo? Veja a lista:  

Em escolas

Esse é provavelmente o local mais óbvio para encontrarmos um neuropsicopedagogo. Ali, esse profissional atua na inclusão escolar de alunos com necessidades especiais e na avaliação de estudantes com desempenho ruim, afim de entender a causa do fracasso e como melhorar o aprendizado. 

Assim, esse profissional mostra-se necessário no combate à evasão escolar e na diminuição no índice de repetência. 

Em clínicas

A Neuropsicopedagogia clínica trabalha com crianças que possuam necessidades especiais, como aquelas com autismo. Seu trabalho é ajudar em seus desenvolvimentos, fazendo atividades para a melhoria da habilidade de raciocínio, de resolução de problemas, de expressão pessoal, entre outras. 

Ele é fundamental para aquelas crianças que tem dificuldades principalmente relacionadas à inclusão nas escolas em que frequentam, e é importante para garantir um bom desenvolvimento para elas. 

Em hospitais

Nos hospitais, o neuropsicopedagogo é quem planeja programas terapêuticos e intervenções que possibilitem a reabilitação cognitiva de pacientes. Normalmente, os pacientes que mais necessitam de sua ajuda são aqueles que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC) e aqueles que sofrem com Alzheimer. 

Esse profissional é responsável por cuidar de cada caso individualmente, uma vez que cada paciente possui necessidades diferentes. Assim, precisa desenvolver e aplicar técnicas especiais em cada um, tendo o objetivo do bem-estar e de ajudá-los a ter autonomia pelo máximo de tempo que for possível, dentro de suas próprias limitações. 

Quais são as vantagens de atuar na Neuropsicopedagogia?

Ser neuropsicopedagogo traz vantagens que vão além do salário e que tornam o dia a dia do profissional satisfatório, principalmente quando todos os seus planejamentos estão sendo colocados em prática e surtindo efeitos positivos. Quer conhecer as vantagens relatadas por profissionais da área? Veja a lista:

Contribuir para o bem-estar humano

Esse desejo costuma mover muitos profissionais, desde médicos até professores. Como trabalha com muitos pacientes que possuem necessidades especiais ou que estejam com doenças que afetem a cognição, não é incomum que seja uma profissão satisfatória e que leve o profissional a ter muitas reflexões. 

Aumento da escolaridade infantil

Não é uma novidade que no Brasil o índice de escolaridade seja imperfeito, como em todos os países emergentes. Existem muitos motivos para que os alunos abandonem seus estudos, que variam desde problemas envolvendo a criminalidade até a falta de condição financeira. Existem muitos estudos envolvendo o tema, todos com resultados negativos que deixam explícita a necessidade do neuropsicopedagogo.

Como uma de suas tarefas nas escolas trata de auxiliar alunos com desempenhos ruins e de auxiliar na inclusão de alunos com necessidades cognitivas, o neuropsicopedagogo é responsável também pela diminuição nos casos de evasão escolar e ajuda na instrução de jovens com maiores chances no mercado de trabalho. 

Ser a porta de entrada para a inclusão social

Muitas pessoas com transtornos cognitivos encaram a exclusão social com normalidade, já que não é incomum receberem tratamentos preconceituosos nos ambientes que precisam frequentar. Essa triste realidade recebe uma chance de mudança com o auxílio do neuropsicopedagogo, que além de trabalhar o desenvolvimento daqueles com necessidades especiais, é responsável pelo exercício da empatia e conscientização daqueles que os cercam, sendo a porta de entrada para criar, aos poucos, um mundo mais humanizado. 

Neuropsicopedagogia: salário médio da área

Se você está interessado em cursar Neuropsicopedagogia, deve querer saber sobre os salários na área, já que mesmo que esse não seja seu principal interesse em trabalhar na área, também é algo que deve ser levado em consideração.

Na média, o salário de neuropsicopedagogia clínica é de R$ 5.600,00 mensais, considerando que esse profissional realiza atendimentos próprios pelo valor de R$ 70,00 cada, realizando quatro seções por dia, durante cinco dias por semana. 

Enquanto isso, o salário-base para psicopedagogos gira em torno de R$ 2.350,00. 

Onde cursar neuropsicopedagogia

Neuropsicopedagogia é uma pós-graduação que geralmente é procurada por formados em psicologia ou pedagogia, mas nada impede que outros profissionais da área da educação, da saúde ou de outras áreas cursem também.

Entre as faculdades que oferecem o curso de neuropsicopedagogia clínica e institucional, o ideal é procurar por aquela com reconhecimento e boas notas segundo avaliação do MEC, além de um ambiente virtual estruturado e otimizado para as aulas online, como a faculdade Laboro, que também conta com ótimos preços e com ótimo professores! 

A pós-graduação em neuropsicopedagogia possui duração de 460 horas e abrange conteúdos que vão desde a psicopedagogia até o marketing profissional, garantindo que o aluno saiba tudo o que precisa sobre a área de atuação onde deseja se inserir.  

Gostou da área? A faculdade Laboro oferece pós-graduação em neuropsicopedagogia para você que deseja se especializar na área. Não deixe de conferir!