Mestrado Internacional: O uso das tecnologias na gestão educacional no ensino superior: um estudo em uma instituição privada de São Luís-MA

Com o tema “O uso das tecnologias na gestão educacional no ensino superior: um estudo em uma instituição privada de São Luís-MA”, Liane Maria Rodrigues dos Santos finaliza seu Mestrado Internacional em Ciências da Educação – Administração e Organização Escolar da Universidade Católica Portuguesa (UCP) em parceria com a Faculdade Laboro.

Liane possui bacharel e licenciatura em Enfermagem pela Universidade Federal do Maranhão, especialista em Gestão e Docência do Ensino Superior pela Faculdade Laboro. E agora é mestre em Ciências da Educação, Administração e Organização Escolar pela Universidade Católica Portuguesa – UCP.

“O mestrado pra mim sempre foi um sonho, desde a graduação, assim como exercer a docência, visto que meu curso é bacharel e licenciatura; porém assim que formei e iniciei minha vida profissional, não estava conseguindo encontrar um opção de mestrado que me possibilitasse conciliar com meus vínculos empregatícios. Eis que vi a propaganda da Pós em docência na Faculdade Laboro e decidi iniciar. Durante a especialização, recebi informações sobre essa parceria da Laboro com a UCP, ofertando mestrado de uma forma mais flexível. Não pensei muito e decidi que finalmente era hora de embarcar na realização desse sonho. Tivemos a possibilidade ainda de passar umas semanas em Braga- Portugal, o que pra mim foi uma experiência única e enriquecedora. Agradeço demais a Laboro, em especial na pessoa da professora Sueli, que nos deu todo o suporte necessário para concluirmos com êxito nosso mestrado, sempre solícita e resolutiva. E indico de olhos fechados a Laboro àqueles que também sonham com o mestrado. Vai fazer toda a diferença na minha vida profissional e tenho certeza de que fará também na vida de todas as pessoas que fizeram!”
Liane Maria Rodrigues dos Santos

Resumo do trabalho:

Estamos vivendo a era da tecnologia, do acesso a informação, a comunicação coletiva, dentro destes pressupostos, as tecnologias de comunicação e de informação tornam-se ferramentas presentes e que colaboram para que o processo de ensino aprendizagem ocorra de forma dinâmica e colaborativa. A primeira hipótese de trabalho estabelecida para este estudo é a de que para que os profissionais da gestão educacional possam desempenhar com competência sua função, as Tecnologias de Informação e Comunicação – TIC podem ser usadas desenvolvendo e ampliando as funções administrativo-pedagógicas. E como segunda hipótese temos a de que o uso das tecnologias em ambiente educacional, favorecido pela gestão, contribui para o processo de democratização do ensino. A presente pesquisa tem a finalidade de apresentar um estudo sobre o papel dos gestores escolares frente ao novo paradigma de educação configurado em função do crescente uso das TIC no meio escolar. Neste contexto, perguntamos quais os desafios enfrentados pelos gestores e a utilização das tecnologias no ambiente educacional e sobre as contribuições que tais tecnologias trazem ao processo de democratização do ensino? Este estudo foi realizado em uma faculdade privada brasileira, no estado do Maranhão, cidade de São Luís; com os gestores da Instituição. Para alcançar as respostas necessárias, adotou-se uma pesquisa exploratória, qualitativa, do tipo estudo de caso, e com um plano de coletas de dados, no qual foi utilizada a técnica da entrevista. A amostra correspondeu a 01 diretor e 4 coordenadores de curso de graduação, selecionados de forma aleatória. Tendo presente os resultados encontrados ao final, foi possível perceber que existe por parte dos gestores uma grande preocupação em relação à adesão dos discentes e docentes na utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação no processo educacional. Verificou-se que a gestão do ensino superior correlaciona-se ao processo de gerir a dinâmica do ensino superior como um todo e que por parte do diretor e dos coordenadores de curso entrevistados cada vez mais busca-se uma gestão comprometida com a pratica da qualidade do ensino, aprendizagem significativa e a descentralização para formação docente, superando limites e buscando soluções inovadoras comprometidas.

Palavras-chave: Gestão Educacional. Tecnologias da Informação e Comunicação. Educação.

Para ler o trabalho completo é só clicar aqui.

Para mais informações sobre o Mestrado, acesse o nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como se aprende a Ensinar

Como se Aprende a Ensinar?

  Para se refletir sobre “Como se aprende a ensinar” é necessário perguntar se “ensinar é o mesmo que ser professor?”. Como se sabe a