Ensino a Distância na Escola Pública de Trânsito

Este texto é fruto da disciplina de Pós-Graduação “Produção e Inovação Científica” ministrada como último módulo para a formação dos alunos da Laboro. Nela, os alunos aprendem como aplicar conceitos e ferramentas de forma assertiva e criativa para fomentar a inovação na ciência.

Autores: Carla Silva Barbosa, Daniele Hora Santos, Jefferson Maciel – Alunos do Curso de Docência do Ensino Superior

Orientadora: Profª Ma. Bruna Almeida

 

Partindo do conceito amplo de educação trazida por José Manuel Ruiz Calleja (2008,pag.109) aduz-se:

A educação é a ação que desenvolve sobre as pessoas que formam a sociedade, com o fim de capacitá-las de maneira integral, consciente, eficiente e eficaz, que lhes permita formar um valor dos conteúdos adquiridos, significando-os em vínculo direto com seu cotidiano, para atuar consequentemente a partir do processo educativo assimilado.

Neste contexto as Escolas Públicas de Trânsito (EPT) são instituições que disseminam o ensino aprendizagem de Educação no Trânsito; e como bem disciplinado por Ruiz Calleja a educação capacita as pessoas para agirem de maneira consciente e eficaz em seu dia-dia. Quando a educação  reverbera sobre o sistema de transito estamos disciplinando sobre preservação do meio ambiente, diminuição de acidentes e consequentemente impactos socioeconômicos que tais acidentes promovem.

O artigo 74 do Código de Trânsito Brasileiro de 1997 estipula que “a educação para o trânsito é direito de todos e constitui dever prioritário para os componentes do Sistema Nacional de Trânsito”. Neste intuito de colaborar na instituição da educação de trânsito, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) trouxe a Resolução 515/2014, que estabelece padrões mínimos de funcionamento das EPTs para seu desenvolvimento   na seara educativa de trânsito como dispõe em seu art. 1º em que a EPT, destina-se a promover a Politica Nacional de Transito bem como execução de ações e cursos voltados para o exercício da cidadania, mobilidade e segurança no trânsito.

A educação como um fenômeno dinâmico vem se transformando ao longo do tempo juntamente com a sociedade. Diante do surgimento de ferramentas tecnológicas que vem no intuito de colaborar na conectividade progressiva da sociedade surge a modalidade de ensino a distância.   Neste diapasão, disciplinamos como a Educação a Distância (EAD) pode ser ferramenta contributiva para as EPTs.

A Educação a Distância foi oficializada com a publicação da Lei nº 9.394/96, de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional e regulamentada pelo Decreto nº 9.057/2017, trazendo o EAD como uma modalidade de ensino mediado por tecnologia. O artigo 1º do Decreto 9.057/2017 traz a seguinte definição para ensino a distância:

Art. 1º Para os fins deste Decreto, considera-se educação a distância a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorra com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com pessoal qualificado, com políticas de acesso, com acompanhamento e avaliação compatíveis, entre outros, e desenvolva atividades educativas por estudantes e profissionais da educação que estejam em lugares e tempos diversos.

Para Llamas et al (apud Alves; Zambalde; Figueiredo, 2004) o EAD basearia -se na “aplicação da tecnologia à aprendizagem e por isso, não obedeceria a limites de lugar, tempo, ocupação ou idade. Situação que gera novos papeis para alunos e professores bem como novas atitudes e novos enfoques metodológicos”. O EAD, modernamente, é amplamente utilizado em cursos de graduação, profissionalizante, formação continuada entre outros. A flexibilização que o   curso a distância propicia permite que as ações educativas desenvolvidas por Escolas Públicas de Trânsito possam alcançar aqueles que tenham impeditivos, sejam eles por questões de deslocamento, datas, horários pois o público atendido por uma EPT é diversificado.

Atualmente a Escola Pública de Trânsito do Distrito Federal oferece cursos para moto frentistas, reciclagem para condutor infrator, atualização para examinador de trânsito, noções de mecânica entre outros. Considerando a implantação também desses cursos e outros na modalidade a distância  teríamos  a democratização do acesso aos cursos, pois como exemplo, podemos citar o caminhoneiro, que por vezes passa pouquíssimos dias em seu domicilio devido as peculiaridades de sua profissão, e com o EAD teria  acesso ao curso de seu interesse em qualquer lugar  que tivesse conexão com a internet.

Diante de uma visão administrativa, o EAD possibilitaria a ampliação do quantitativo de vagas dos cursos oferecidos, pois não limitaria -se ao espaço físico de que dispõe uma escola. No caso específico da Escola Pública de Trânsito do Distrito federal há uma grande demanda de processos administrativos em que uma das medidas impostas é a participação no curso de reciclagem de condutor infrator. A ampliação do número de vagas que proporcionaria a modalidade de ensino a distância, traria a fluidez aos processos administrativos e celeridade na conclusão dos procedimentos.

Todavia, além   do cumprimento da Legislação de Trânsito, há que enaltecer o quão é importante a educação de trânsito devido ao impacto que tem dentro da sociedade. A educação de trânsito ao ter uma maior difusão pelo o auxílio de um   Ensino a distância bem elaborado e desenvolvido só trará benefícios a sociedade.

 

REFERÊNCIAS

Alves, Remulo Maia;Zambalde, Andre Luiz Figueiredo, Chistiane Xavier, Ensino a Distância; Lavras;UFLA, FAEPE, 2004

 

Ruiz Calleja, J.M. Os professores deste século. Revista Internacional Universidad Tecnológica: Investigacion, Biodversidad y Desarrollo, 2008;109-117. Disponível em https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/2705047.pdf . Acesso em 13/04/2019.

 

Brasil. Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil,Brasília, DF, 23 dez.1996. Disponível em  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em 15/04/2019.

Brasil.Lei 9.503/1997 de 23 de setembro 1997. Institui o Código de Trânsito Brasileiro.  Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 24 set. 1997.Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htm. Acesso em 15/04/2019.

Brasil. Decreto nº 9.057/2017 de 25 de maio de 20017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.  Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 26 mai.20017. Disponível em http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm. Acesso em 15/04/2019

2 Comments:
julho 19, 2020

Boa noite ,eu tenho curso de instrutor de trânsito , gostaria de melhora meu currículo como profissional ,a escola laboro e uma das melhores do mercado, tenho interesse de fazer algumas curso a distância ,quais cursos tem .
João..

julho 19, 2020

Boa noite ,eu tenho curso de instrutor de trânsito , gostaria de melhora meu currículo como profissional ,a escola laboro e uma das melhores do mercado, tenho interesse de fazer algumas curso a distância ,quais cursos tem .
João..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como se aprende a Ensinar

Como se Aprende a Ensinar?

  Para se refletir sobre “Como se aprende a ensinar” é necessário perguntar se “ensinar é o mesmo que ser professor?”. Como se sabe a