Enriquecimento Ambiental: Bem-estar para os Animais

Enriquecimento Ambiental

A prática do enriquecimento ambiental é uma técnica utilizada em jardins zoológicos para melhorar o ambiente e a vida dos animais silvestres que vivem em cativeiro. Sua utilização adequada previne comportamentos neuróticos, estereotipados, agressivos, e mantém a integridade física, psicológica e bem-estar dos animais que vivem em cativeiro. Cada espécie animal tem necessidades diferentes e precisam de cuidados especiais.

Este texto é fruto da disciplina de Pós-Graduação “Produção e Inovação Científica” ministrada como último módulo para a formação dos alunos da Laboro. Nela, os alunos aprendem como aplicar conceitos e ferramentas de forma assertiva e criativa para fomentar a inovação na ciência.

Autora: Maria de Souza Neto Torres, aluna do MBA em Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental.

Hoje um dos principais desafios dos zoológicos e parques das aves é proporcionar o bem-estar aos animais evitando a apatia e a depressão, consequência da falta de estímulos decorrente das condições em cativeiro. Os animais no habitat natural interagem com o meio em que vivem, através de diversos estímulos constantemente proporcionados pelo ambiente da natureza.

No seu habitat natural, os animais gastam várias horas por dia forrageando (procurando por alimentos). Já em cativeiro, eles têm todas as suas necessidades fisiológicas supridas, independentemente de qualquer ação realizada (Maple e Perkins, 1996).

Vários zoológicos do Brasil e do mundo (exemplo, o Jardim Zoológico de Brasília) incorporaram programas de enriquecimento ambiental em suas rotinas diárias. Estes programas objetivam estimular o comportamento natural dos animais em cativeiro, diminuir o comportamento estereotipado e o tédio, promovendo seu total bem-estar físico e mental. Em consequência, os visitantes destes zoológicos veem animais que são ativos, atrativos e bem cuidados. Isto ajuda a promover uma visão positiva dos animais de zoológicos e cria uma grande empatia e compreensão do público para com estes animais, os quais são alguns dos objetivos dos zoológicos de hoje (Melo, 1999).

Geralmente a equipe técnica é composta por biólogos, veterinários, zootecnistas, tratadores e outros profissionais capacitados para o cuidado dos animais, aplicando atividades interativas e dinâmicas que estimulam a expressão de comportamentos naturais de cada espécie. Para isto são confeccionados vários tipos de objetos – como jogos e brinquedos – que incentivam o desafio mental, o exercício físico, a exploração do ambiente, a localização do alimento, o entretenimento, a brincadeira e a socialização unindo as espécies.

O que o enriquecimento oferece aos animais que vivem em cativeiro? A prática do Enriquecimento Ambiental também oferece aos animais que vivem em cativeiro, uma sensação de controle resultante da possibilidade de decidir o que fazer por si próprio. Eles podem escolher entre ficar ao ar livre, à vista do público, ou esconder-se; experimentar várias temperaturas, ou condições climáticas; e ainda, quando e como adquirir comida (AAZK, 2000).

O enriquecimento ambiental é aplicado atualmente tanto para animais domésticos de companhia e produção, como para animais selvagens em cativeiro ou ambientes seminaturais. A prática do enriquecimento ambiental é um exemplo de como pode melhorar a qualidade de vida dos animais com poucos recursos financeiros e reaproveitamento de materiais. Os equipamentos, na maioria das vezes, são produzidos com materiais reutilizados e recursos biológicos, tais como: troncos de árvores, cipós, folhas de palmeira, penas, caixa de papelão, garrafas pet, cano de pvc, pneus, entre outros. São utilizados também alimentos da dieta do animal, que muitas vezes são apresentados de formas diferentes, para estimular o forrageamento e o desafio para obtenção de alimento, como ocorre na natureza.

O monitoramento é feito para que o Enriquecimento Ambiental seja aplicado de maneira segura. É importante também possuir um conhecimento prévio do comportamento da espécie, garantindo assim uma melhora significativa na qualidade de vida, priorizando sempre a integridade, saúde e bem-estar dos animais sob cuidados humanos.

Se você se interessou por esta área,
saiba mais sobre o
MBA em Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental

 

REFERÊNCIAS

AMERICAN ASSOCIATION OF ZOO KEEPERS (AAZK). 2000. What is Enrichment? Acessado em: 17 de novembro de 2020. URL: http://www.enrich.org/aazk/n1.htm.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal. 1998. Primeiro Relatório Nacional para a Convenção sobre Diversidade Biológica: Brasil. Brasília, DF. 283p.

LOPES, C. F. 1999. A salvo no zôo. Galileu 98:56-65.

MELO, L. 1999. Auditory enrichment for asian elephants. The Shape of Enrichment. Acessado em: 17 de novembro de 2020. URL: http://www.enrichment.org.

MAPLE, T. L. & PERKINS, L. A. 1996. Enclosure Furnishings and Structural Environmental Enrichment. In: KLEIMAN, D.G., ALLEN, M.E., THOMPSON, K.V. & LUMPKIN, S. (eds.) Wild Mammals in Captivity: principles and techniques. The University of Chicago Press, p.212-222.

2 Comments:
fevereiro 26, 2021

A vida é uma dádiva de Deus. Epor isso, temos que cuidar também dos animais com muito amor.

fevereiro 27, 2021

Verdade, Maria! 👏👏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Edital Monitoria- Estética & Cosmética

Edital Monitoria – Estética & Cosmética Faculdade Laboro informa aos interessados que se encontram abertas as inscrições para o Programa de Monitoria que tem por