Edital de Seleção de voluntários para pesquisa do Laboratório de Pesquisa em Vulnerabilidades Sociais

O Laboratório de Pesquisa em Vulnerabilidades Sociais – Vulnera, que executa no Estado do Maranhão, a “pesquisa  multicêntrica sobre os perfis socioeconômicos, geográficos, culturais e de vulnerabilidades de travestis e transexuais”, seleciona estudantes voluntários dos cursos de graduação e pós graduação da Faculdade Laboro, para comporem a equipe da referida pesquisa.

A pesquisa é desenvolvida pela Unidade de Estudos e Pesquisa em Saúde da Família do Núcleo de Estudos em Saúde Pública do Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares da Universidade de Brasília (Nesp/ Ceam/ UnB) e tem por objetivo realizar uma pesquisa multicêntrica, informada por evidências científicas, por meio de um censo nacional, com a finalidade de conhecer perfis socioeconômicos, culturais e geográficos das vulnerabilidades de travestis e transexuais para subsidiar a elaboração e a promoção de políticas públicas para a superação dos desafios atuais, visando o acesso e o acolhimento dessa população aos equipamentos públicos no país.

Aqui no Maranhão é coordenada pela UFMA e conta com a parceria da Faculdade Laboro. Serão aceitas inscrições de estudantes do 1º ao penúltimo período. Inicialmente serão priorizados estudantes membros da comunidade LGBT+ (mulheres e homens trans, travestis, gays, lésbicas), e estudantes cotistas (cotas étnico-raciais e escola pública).

Ao todo serão ofertadas cinco vagas. O período de inscrição vai de 15 a 24 de setembro de 2020 e elas devem ser feitas pelo e-mail: estacaodandara@gmail.com com o envio dos seguintes documentos: currículo lattes, histórico escolar e cópia da carteira de Identidade (RG).

Atentem-se aos prazos:
Período de inscrição: 15 a 24 de setembro de 2020
Período da Seleção: 28 e 29 de setembro de 2020
Resultado: 30 de setembro de 2020

Você pode acessar o edital completo clicando aqui.

Mais informações: estacaodandara@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação Elitizada ou Direito para todos

Compreendendo que dentro da educação existe o extremismo, que perambula por muitos ambientes e de vários contextos, o que torna imensamente complicado falar de acesso