Cinco passos para criar boas conexões sociais nas empresas

Segundo uma reportagem publicada na revista Harvard business do Brasil em março de 2018, a solidão é um problema recorrente nas empresas. E afeta direta ou indiretamente a todos que compõem a instituição.

A reportagem então sugere cinco passos para criar e cultivar conexões sociais. Cultivar conexões sociais significa dar prioridade à nossa saúde e à saúde da empresa. O que proporciona construir relacionamentos saudáveis e produtivos dentro da instituição afastando assim, a solidão.

Os passos são:

Avalie o estado atual das conexões em seu local de trabalho. O que mais importa é a qualidade dessas conexões e não a quantidade delas.

Compreenda os relacionamentos de alta qualidade. Conexões sociais fortes são caracterizadas por experiências compartilhadas de forma significativas e relacionamentos mutuamente benéficos.

Faça do fortalecimento das conexões sociais uma prioridade estratégica de sua organização. Investir na construção de relações próximas e modelar uma cultura que apoia a conexão social.

Incentive colegas de trabalho a procurar e ajudar os outros e a aceitar ajuda quando oferecida. Oferecer ajuda e abrir-se para recebê-la cria uma conexão de reforço mútuo.

Crie oportunidades para conhecer a vida pessoal de seus colegas. Todos na organização têm o poder de criar espaços de compartilhamento, seja numa reunião formal, seja numa conversa descontraída na hora do almoço.

Reduzir o isolamento no trabalho é bom para as pessoas e para o negócio. O mês de setembro alerta para o problema do suicídio e é importante lembrar que as doenças causadas por um ambiente de trabalho tóxico crescem exponencialmente no momento atual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como se aprende a Ensinar

Como se Aprende a Ensinar?

  Para se refletir sobre “Como se aprende a ensinar” é necessário perguntar se “ensinar é o mesmo que ser professor?”. Como se sabe a